Evolução da SBAIT é tema de palestra

Assunto foi abordado pelo presidente da entidade, Sandro Scarpelini

sandro

Sandro Scarpelini, presidente da SBAIT

O papel da SBAIT no cenário do Trauma brasileiro foi tema de uma palestra ministrada hoje à tarde pelo presidente da entidade, Sandro Scarpelini. A explanação fez parte de uma mesa que abordou, ainda, o impacto no ATLS (Advanced Trauma Life Support) na cirurgia brasileira e no mundo, a importância da Sociedade Pan-americana do Trauma e a Verificação e Certificação de Emergência e Trauma.

Com cinco ex-presidentes da SBAIT da plateia, Scarpelini contou que foi buscar nos arquivos da entidade uma forma de abordar a contribuição dela para o Trauma nacional. “Eu fui olhar quais eram os objetivos da sociedade quando ela foi fundada”, diz. Com base nisso, ele elencou as conquistas ao longo dos anos para explicar sua importância para o Trauma no Brasil.

A SBAIT foi fundada há 33 anos. Naquela época, um de seus objetivos era congregar profissionais da área médica para prestar atendimento ao traumatizado. O desafio foi cumprido. Hoje, a SBAIT tem 655 membros em diversas regiões do Brasil e organiza vários eventos e cursos, inclusive internacionais, para a melhoria do atendimento ao traumatizado. Criou e certificou Capítulos, aumentou o número de comitês, desenvolveu e participou de grandes projetos de prevenção ao Trauma, como o P.A.R.T.Y., que conscientiza jovens sobre os riscos de dirigir após ingerir bebida alcoólica, e o Maio Amarelo, que faz um alerta à população sobre os altos índices de eventos de trânsito.

Em sua conclusão, o presidente da SBAIT destacou que, nessas três décadas, a entidade cumpriu o seu papel, mas que ainda tem muito potencial de crescimento. Ressaltou que a sociedade tem uma crescente influência na formação médica e uma importante atuação na política de saúde do País.

fraga

Gustavo pereira Fraga, presidente da Sociedade Pan-Americana de Trauma

Pan-Americana

A Sociedade Pan-Americana do Trauma também foi tema de palestra. O assunto foi abordado por seu presidente, Gustavo Pereira Fraga, ex-presidente da SBAIT. Ele contou que a entidade tem pouco mais de 3,3 mil membros e que já teve cinco presidentes brasileiros. Fraga destacou os cursos da sociedade, como os de ultrassom, de resposta médica avançada a desastres e de queimados. Ele também falou sobre os programas de intercâmbios intermediados pela sociedade.

This entry was posted in News and tagged , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s