Ações realizadas pelo Projeto Salvando Vidas em junho

Imagem9

Equipe da LAMUEM-UFMT-CUR, em orientação em escola de educação infantil em Rondonópolis (MT)

O Projeto “Salvando Vidas – CoBraLT/SBAIT” trabalhou em junho com o tema “Medidas para prevenção de intoxicações”, contando com a participação das Ligas Acadêmicas de Trauma e Emergência em ações diretamente com a comunidade:

  • Belo Horizonte (MG): Liga de Emergência e Trauma da Universidade José do Rosário Vellano (LET-UNIFENAS)
  • Ribeirão Preto (SP): Liga do Trauma da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (LT-FMRP-USP);
  • Rondonópolis (MT): Liga Acadêmica de Medicina de Urgência e Emergência do Centro Universitário de Rondonópolis da Universidade Federal do Mato Grosso (LAMUEM-UFMT-CUR).
  • Porto Alegre (RS): Liga de Trauma e Emergência da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (LTE-UFRGS).

Foram capacitadas por meio das ações sociais presenciais aproximadamente 155 pessoas. Nas redes sociais, o projeto “Salvando Vidas – CoBraLT/SBAIT” alcançou cerca de 1100 pessoas.

Imagem6

LT-FMRP-USP durante a ação: “Cuidado! Sua coluna é frágil” e “Não dê as costas para o perigo”.

Em destaque está a ação da LT-FMRP-USP realizada no dia 14 de junho na praça XV de Novembro em Ribeirão Preto em parceria com a Liga de Neuro da FMRP-USP visando à prevenção do trauma vertebromedular utilizando os slogans “Cuidado! Sua coluna é frágil” e “Não dê as costas para o perigo”.

Neste mês de Julho de 2016, o projeto trabalhará com o tema “CONVULSÕES”. Será o último mês de atividades antes do fechamento deste primeiro ciclo de ações (2015/2016). O próximo ciclo de atividades do programa “Salvando Vidas – CoBraLT/SBAIT” iniciará em setembro de 2016.

 

 

Durante os 10 meses de trabalho do Projeto Salvando Vidas, já foram contabilizadas:

 

 

  • Ações sociais presenciais: 7.250, média de 725 pessoas/mês;
  • Ações de comunicação e marketing: 40.300, média de 4.100 pessoas/mês.
  • Local das ações:
    • Total: 19;
    • Cidades: Campinas (SP); Ribeirão Preto (SP); Rio de Janeiro (RJ); Volta Redonda (RJ); Belo Horizonte (MG); Alfenas (MG); Juiz de Fora (MG); Porto Alegre (RS); Canoas (RS); Boa Vista (RR); Teresina (PI); Goiânia (GO); Brasília (DF); Maceió (AL); Campo Grande (MS); Vila Velha (ES); Jequié (BA); Araguaína (TO); Rondonópolis (MT).
  • Ligas Acadêmicas de Trauma e Emergência:
    • Total: Até o momento, 44 Ligas aceitaram participar, sendo que 30 realizaram alguma ação de apoio ao projeto neste primeiro ciclo de ações (2015/2016).
    • Apoio Institucional:
      • O projeto Salvando Vidas – CoBraLT/SBAIT contou com o apoio da iniciativa público e privada, especialmente das Instituições de Ensino Superior (IES) locais, demonstrando o interesse destas instituições em se aproximar da comunidade em geral levando conhecimento e ajudando a prevenir situações comuns em urgência e emergência.

Imagens do Projeto Salvando Vidas em junho:

Imagem5 Imagem1 Imagem10 Imagem13

This entry was posted in News and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s