Estudantes de todo o País vão ensinar leigos a salvarem vidas

Programa será realizado em 22 cidades e abordará dez tipos diferentes de situação

Estudantes de Medicina de todo o País vão se unir para ensinar leigos a prestarem os primeiros socorros em vários tipos de situações. O programa Salvando Vidas, idealizado pela SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado) e pelo CoBraLT (Comitê Brasileiro de Ligas do Trauma), possui um cronograma que prevê ações mensais de outubro de 2015 a julho de 2016. Em cada edição, será abordado um tema diferente. O primeiro assunto é Técnicas de Desobstrução de Vias Aéreas por Engasgo, agendado para o mês de outubro.

De acordo com o presidente da SBAIT, Sandro Scarpelini, o leigo é um importante aliadologo salva vidas dos profissionais de saúde para salvar vidas. “O atendimento prestado nos primeiros momentos após um evento pode ser decisivo e garantir a sobrevivência da vítima”, explica. “Por isso, queremos multiplicar este tipo de conhecimento. São técnicas simples, que um leigo pode aplicar até a chegada de uma equipe de resgate”, completa.

O coordenador do Comitê de Prevenção da SBAIT, Gustavo Pereira Fraga, explica que desde o momento em que ocorre a urgência ou a emergência até a chegada do resgate, há um tempo crucial, conhecido como Golden Hour (hora de ouro). No Brasil, este tempo de resposta do sistema de urgência é, na maioria das cidades brasileiras, de dez a 15 minutos. Em alguns países, não pode passar de quatro minutos. “Este projeto é muito importante e, certamente, vai ajudar a salvar muitas vidas”, diz.

As situações abordadas pelo programa levaram em conta ocorrências comuns, que podem colocar uma vida em risco, mas que, por outro lado, permitem a atuação de um leigo. Além das Técnicas para Desobstrução de Vias Aéreas por Engasgo, também serão abordados Reanimação Cardiopulmonar, Técnicas Básicas para Imobilização de Vítimas de Trauma, Lesões Térmicas e Choque Elétrico, Ferimentos, Afogamento, Acidentes com Animais Peçonhentos, Prevenção a Lesões por Raios, Medidas para Prevenção de Intoxicações e Convulsões.

“Nos já tivemos situações isoladas em que os estudantes ensinaram leigos. Os resultados são sempre muito positivos. “Agora, decidimos reunir o potencial das Ligas de Trauma e aumentar a abrangência desses ensinamentos”, explica o presidente do CoBraLT, Paulo Klein. “Além dos estudantes, temos a participação e a supervisão de muitos professores”, completa.

O Salvando Vidas acontecerá em 22 cidades brasileiras: Brasília, Rio de Janeiro, Botucatu, Campinas, Ribeirão Preto, Pinheiro, Goiânia, Belo Horizonte, Alfenas, Viçosa, Juiz de Fora, Porto Alegre, Passo Fundo, Vila Velha, Araguaína, Manaus, Teresina, Maceió, Boa Vista, Salvador, Curitiba e Campo Grande.

Via Assessoria de Imprensa SBAIT

This entry was posted in News and tagged . Bookmark the permalink.

One Response to Estudantes de todo o País vão ensinar leigos a salvarem vidas

  1. Pingback: Estudantes de todo o País vão ensinar leigos a salvarem vidas | CoBraLT

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s