Hospital em Florianópolis (SC) recebe quatro estagiários angolanos.

O Hospital Regional de São José em Florianópolis (SC), recebeu quatro estudantes do terceiro ano da primeira turma da Faculdade de Medicina de Malanje, Universidade Lueji A’Nkonde, de Angola, para um estágio de dois meses.

Os estudantes João Henrique Agostinho Pedro,  Pedro José Fonseca, Fernandes Monteiro Pedro de Almeida e Domingos Bernardo Malungo participaram do estágio por meio do Convênio Brasil/Angola sob orientação do Prof. Dr. Nicolau Kruel, professor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

O processo teve início em 2010, após uma consulta da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), em 2010 para a UFSC, solicitando orientadores para estudantes de Angola e Dr. Nicolau, como Professor da UFSC aceitou os estudantes e os colocou sob sua orientação no HRSJ, que já possuia experiência com estudantes estrangeiros.

Angolanos

Estudantes da Faculdade de Medicina de Malanje, Universidade Lueji A’Nkonde, em Angola, que participaram de programa de estágio no HRSJ, Florianópolis (SC)

O transporte e manutenção dos estudantes no Brasil durante o período do estágio foram pagos pelo governo brasileiro através do setor de relações internacionais da UFSC. Eles estagiaram na Emergência Clínica e Cirúrgica do HRSJ, tiveram aulas e atividades conjuntas com os residentes e tiveram apoio da direção geral, dos médicos preceptores e residentes desses dois setores. Receberam aulas sobre o fundamento do ATLS, o atendimento às emergências cirúrgicas traumáticas e não traumáticas e o tratamento das emergências clínicas além de conhecerem e se ambientarem em um Hospital de Grande porte. Tiveram também a oportunidade de conheceram o Hospital HU-UFSC.

A Faculdade de Medicina de Malanje possui 50 professores, dos quais 47 cubanos e três angolanos. É a segunda Faculdade de Medicina de Angola, a primeira fora de Luanda, capital do país . Malanje é a capital do Estado de Malanje, que possui 998.000 habitantes. Angola,  país africano de colonização portuguesa teve sua independência em 1975,  tem uma população de 24 milhões de habitantes. O país tem vastos recursos naturais, como grande reservas de minerais e de petróleo e sua economia tem apresentado taxas de crescimento que estão entre as maiores do mundo No entanto as taxas de expectativa de vida e mortalidade infantil no país continuam entre os piores do mundo.

Domingos Bernardo, um dos estagiários falou sobre o programa:” O nosso estágio por aí foi muito proveitoso por vários motivos, uma realidade diferente, têm muita experiência na área, os vossos hospitais foram concebidos também para a formação, estão muito organizados, têm em disposição pessoal, materiais, meios de ensinos e infra- estrutura para o ensino, ao passo que nós começamos muito recentemente. O nosso desejo é sempre tirar uma especialidade mas agora nós dependemos muito do programa do governo e, face a carência de pessoal médico é bem provável que alguns serão inseridos para atendimento das populações e outros talvez inseridos num programa para fazerem no exterior especialidades básicas”, declarou.

A formatura dessa primeira turma da Faculdade de Medicina de Malanje, Universidade Lueji A’Nkonde, de Angola, das quais os estagiários fazem parte, será em março deste ano.

This entry was posted in News and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s