Tese de Doutorado sobre choque e coagulopatia na UFMG

Dr Paulo Carreiro na arguicao para a banca

Dr Paulo Carreiro na arguicao para a banca

No dia 14 de fevereiro de 2014 foi apresentado no Curso de Pós-Graduação em Ciências Aplicadas à Cirurgia e Oftalmologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte, a tese de Doutorado do Membro da SBAIT Dr. Paulo Roberto Lima Carreiro.

O estudo denominado “Efeitos do fator XIII da coagulação, isolado e em associação à desmopressina e à hipotensão permissiva, em modelo de choque hemorrágico não controlado em coelhos” teve como orientador o Prof. Dr. José Renan da Cunha Melo e Co-orientador o Prof. Dr. Daniel Dias Ribeiro.

Banca e orientadores (esq para dir) com os Drs Edson, Sandro, Jose Renan, Daniel, Paulo, Vivian e Gustavo

Banca e orientadores (esq para dir) com os Drs Edson, Sandro, Jose Renan, Daniel, Paulo, Vivian e Gustavo. Fonte:Arquivo SBAIT

A banca foi composta pelos professores José Renan (presidente), Edson Samesima Tatsuo (UFMG), Vivian Resende (UFMG), Sandro Scarpelini (FMRP – USP) e Gustavo Pereira Fraga (Unicamp).

O estudo teve como objetivo avaliar os efeitos do fator XIII (FXIII) utilizado isoladamente ou em associação à hipotensão permissiva (HP) e à desmopressina (DDAVP) sobre a hemostasia. Foi utilizado modelo de choque hemorrágico não controlado em coelhos e 54 animais randomizados em 9 grupos (n=6): Grupo 1 – Sham (GS), Grupo 2 – FXIII mais reposição volêmica normotensiva (FXIII / RVN), Grupo 3 –FXIII / HP, Grupo 4 – FXIII / DDAVP / RVN, Grupo 5 – FXIII / DDAVP / HP, Grupo 6 – RVN, Grupo 7 – FXIII sem choque, Grupo 8 – FXIII / DDAVP sem choque e Grupo 9 – HP. Amostras de sangue foram colhidas no início e ao final do experimento e submetidas à tromboelastometria (ROTEM®).

Dr Paulo Carreiro durante a aula

Dr Paulo Carreiro durante a aula

Os autores concluíram: 1. A reanimação volêmica normotensiva sem o uso de nenhuma droga pró-coagulante constituiu a pior estratégia de reanimação e compromete a coagulação; 2.A hipotensão permissiva é a intervenção com melhor efeito sobre a coagulação; 3. O FXIII utilizado isoladamente no tratamento do choque hemorrágico melhora a coagulação e seu efeito é otimizado pela DDAVP; 4. A administração simultânea de FXIII e DDAVP protege contra os efeitos deletérios da reanimação normotensiva; e 5. A reanimação com hipotensão permissiva reduz o sangramento abdominal quando comparada à reanimação normotensiva, independentemente do uso de FXIII e DDAVP.

O Dr. Paulo Carreiro foi aprovado e a SBAIT parabeniza o seu associado, que também trabalha no Hospital João XXIII, pelo título de Professor Doutor recebido pelo conceituado programa de Pós Graduação da UFMG

This entry was posted in News and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s