Semana Nacional de Trânsito 2013 tem como tema, principal causa do Programa P.A.R.T.Y. Brasil

PARTYO Programa P.A.R.T.Y. (Prevenção do Trauma Relacionado ao Álcool na Juventude), assim como a Semana Nacional de Trânsito 2013, tem como objetivo prevenir a doença trauma principalmente entre jovens.

De 18 a 25 de setembro de 2013,  a Semana Nacional de Trânsito, iniciativa do Conselho Nacional de Trânsito, Conatran, traz à reflexão o tema “Álcool, outras drogas e a segurança no trânsito: efeitos, responsabilidades e escolhas”. A escolha do tema não ocorreu por acaso. Os principais fatores influenciadores do crescimento na taxa de mortalidade no trânsito estão associados ao comportamento e à segurança dos usuários. A Semana Nacional de Trânsito tem a missão de fazer o cidadão refletir sobre sua responsabilidade enquanto cidadão e integrante do sistema viário.

Defensora dos métodos de prevenção ao trauma, a SBAIT – Sociedade Brasileira de party alcoolAtendimento Integrado ao Traumatizado – considera pertinente a escolha do tema, pois é preciso aumentar a conscientização das pessoas sobre o assunto. O consumo de bebidas alcoólicas e outras drogas são principais fatores para os acidentes, sendo que o Brasil é hoje o quinto país no mundo com mais mortes no trânsito, aproximadamente 57 mil óbitos por ano.

Com a bandeira da prevenção em punho, a SBAIT se uniu ao Sunnybrook Health Sciences Centre, do Canadá, para implantação do programa P.A.R.T.Y no Brasil. Com o tema “Trauma não é acidente, é doença e tem prevenção”, o programa une centenas de jovens de quatro núcleos distribuídos no País, que tem como objetivo educar para prevenir, a fim de diminuir o número de adolescentes mortos ou sequelados no País.

Durante o programa, realizado em alguns hospitais nas cidades paulistas Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto e na capixaba Vitória, os jovens de Ensino Médio entram em contato diretamente com o cenário do trauma, por meio de aulas expositivas e visitas ao Centro de Urgência, UTI, conversando diretamente com os pacientes, vítimas de trauma. Ao final, voluntários contam suas experiências e deixam o recado para que os jovens façam as escolhas corretas.

Resultados obtidos ao longo dos anos mostram que a educação sobre as consequências da escolha e identificação dos riscos pode mudar o comportamento dos jovens.

Dados

Resultados da última pesquisa realizada pelo Ministério da saúde e divulgados em fevereiro de 2013 sobre o impacto do uso do álcool e sua relação com o trânsito, mostram que 21% dos acidentes de trânsito estão relacionados ao consumo de álcool. Entre os atendimentos por acidentes, a faixa etária mais prevalente foi a de 20 a 39 anos, 39,3%. A pesquisa aponta ainda que as pessoas alcoolizadas estão mais sujeitas a hospitalização e a morte em decorrência do acidente.

Cerca de 90% dos eventos traumáticos são evitáveis com medidas simples. Nos acidentes automobilísticos, 38% dos condutores, no momento do trauma estão sob efeito do álcool, sendo que 22,9% dos condutores acreditam que a bebida não influencia negativamente sua capacidade de dirigir.

Saiba mais acessando o site: P.A.R.T.Y. Brasil

This entry was posted in News and tagged , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s