Criadora do Programa P.A.R.T.Y. conhece projetos da Concessionária Rota das Bandeiras

rota das bandeiras

Apresentação da concessionária Rota das Bandeiras

A Concessionária Rota das Bandeiras, responsável pela administração das rodovias que formam o Corredor Dom Pedro, recebeu na última quinta-feira, dia 06 de junho, a visita da enfermeira canadense Joanne Banfield, criadora do Programa P.A.R.T.Y. (Prevent Alcohol Risk-Related Trauma in Youth). Joanne veio conhecer os projetos de responsabilidade social da Concessionária e dar detalhes do Programa P.A.R.T.Y. em outros países. A visita foi acompanhada pela pediatra Ana Helena Parra, uma das responsáveis pela vinda do P.A.R.T.Y. para o Brasil e Gustavo Pereira Fraga, presidente da Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado (SBAIT) e professor da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp.

Convidados visitam o Centro de Controle Operacional.

Convidados visitam o Centro de Controle Operacional

Da Rota, participaram do encontro o gestor de Responsabilidade Social, Adherbal Vieira, Rodrigo Barros de Carvalho, coordenador médico da Concessionária e Renata Macedo, integrante da equipe de responsabilidade social. A Concessionária é parceira do programa na cidade de Campinas e está apoiando o projeto P.A.R.T.Y. Brasil, que é uma iniciativa da SBAIT.

Sobre o Programa P.A.R.T.Y

P.A.R.T.Y. é um programa destinado aos jovens com o objetivo de prevenir eventos relacionados a Trauma. Teve sua origem em 1986, no Sunnybrook Health Sciences Centre, Canadá, sendo implantado primeiramente no Brasil em 2008, na cidade de Ribeirão Preto e em Campinas, em 2010.

A grande incidência de lesões e mortes relacionadas a Trauma ocorre com os jovens. Comportamentos de risco como excesso de velocidade, beber e dirigir, não usar cinto de segurança ou outro equipamento de proteção, mergulho em águas rasas e outros podem gerar trágicas consequência que podem ser prevenidas. O objetivo do Programa é a prevenção de lesões por meio da educação, a fim de diminuir o número de adolescentes mortos ou sequelados na comunidade. A educação sobre as consequências da escolha e identificação dos riscos pode mudar o comportamento.

This entry was posted in News and tagged , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s